Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Após 2 anos, Festa do Divino reúne fieis de São José neste sábado

Após dois anos, a festa volta a colorir ao município com cortejos e missas na Igreja Matriz de São José

A 170ª edição da Festa do Divino Espírito Santo volta a colorir de vermelho as terras josefenses. A festa foi adiada por dois anos por conta da pandemia de Covid-19, mas em 2022, ela reunirá os fiéis neste sábado (28), domingo (29) e segunda (30), na igreja matriz de São José, na Grande Florianópolis.


A celebração ocorre no município desde 1851, e é motivo de muita esperança para os moradores das comunidades que pertencem à paróquia de São José. As preparações para o evento iniciam com antecedência de um ano. Para Iolanda Momm Meincheim, escolhida como festeira, criou-se uma expectativa para a festa deste ano.


“Quando fomos anunciados como festeiros, nossa cabeça já entrou na festa. Imaginamos os convites, os detalhes da roupa do casal imperial e do grupo que acompanha, formando o cortejo, pois as vestes são alugadas. Além disso, queria dar oportunidade para que crianças que nunca participaram da festa, neste ano pudessem participar, explica Iolanda

O aluguel das roupas para o cortejo em São José começou em 2014. A costura é elemento essencial nos preparativos da festa, mostrando para os fiéis a classe e o refinamento da família imperial, associado ao Divino.


Além dos trajes de cortejo, outra parte tradicional da comemoração diz respeito ao cardápio: Divino Café, que ocorreu na quarta-feira (18) e a Divina Sopa, que é distribuída para quem está na missa que recebe de volta as Bandeiras do Divino, marcada para esta sexta-feira (27) às 20h30.


Desde o dia 17 de abril, às bandeiras do divino percorrem diversos locais convidados as pessoas para a celebração.


Programação


A abertura oficial é sábado (28), às 18h30, no cortejo com a família imperial. Já no domingo (29), a programação começa às 9h, com o cortejo seguido de missa.


Encerrando a programação, na segunda-feira (30), às 18h30, o último cortejo antes da missa, às 19h, que será presidida por Dom Wilson Jönk, arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis.


Fonte: ND+

Sem título-2-08.png