Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Apae é contemplada com recursos do “PJSC Mais Social”

Durante a solenidade, realizada na sede do Poder Judiciário, em Florianópolis, foram beneficiadas 16 organizações de todo o Estado, que desenvolvem 18 projetos nas áreas de segurança, educação e saúde


O Tribunal de Justiça (TJSC) oficializou, na sexta-feira (2), o repasse de mais R$ 2,081 milhões no âmbito do seu programa “PJSC Mais Social”, pelo qual são destinados para entidades sociais recursos decorrentes de multas e penas pecuniárias aplicadas às pessoas que são condenadas por crimes de menor potencial ofensivo.


Durante a solenidade, realizada na sede do Poder Judiciário, em Florianópolis, foram beneficiadas 16 organizações de todo o Estado, que desenvolvem 18 projetos nas áreas de segurança, educação e saúde.


De acordo com o presidente do TJSC, desembargador João Henrique Blasi, com o novo repasse o Judiciário perfaz no ano de 2022 um montante de R$ 8 milhões destinados por meio do PJSC Mais Social, contemplando 62 das 112 Comarcas existentes no Estado.


Nesta edição do PJSC Mais Social, 33 entidades submeteram 41 projetos à consideração dos desembargadores que compõem o Conselho Gestor da Conta Centralizada do TJSC, encarregado da seleção dos premiados. Entre os critérios visados estão a abrangência das ações e o grau de benefício que proporcionam para a sociedade catarinense.


Entre as contempladas deste ano figura a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Jaraguá do Sul, com o valor de R$ 156.530,23, com o projeto “Melhorar para progredir”.


Fonte: JDV

Sem título-2-08.png