Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Brasil abre 277 mil vagas de emprego com carteira assinada em maio

Número do Novo Caged é resultado de 1.960.960 admissões e 1.683.942 desligamentos, e representa uma alta em relação ao dado de abril, quando saldo ficou em 197.443


O Brasil registrou um saldo positivo de 277.018 vagas formais em maio, conforme dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência nesta terça-feira (28).


O número é resultado de 1.960.960 admissões e 1.683.942 desligamentos, e representa uma alta em relação ao dado de abril, quando o saldo de vagas formais ficou em 197.443.


O dado do mês veio acima da expectativa do mercado, que esperava saldo de 187,5 mil.


Já no acumulado de 2022, o saldo registrado foi de 1.051.503 empregos, decorrente de 9.693.109 admissões e de 8.641.606 desligamentos.


Apesar da evolução mensal do número de vagas, o salário médio de admissão em maio registrou queda de R$ 18,05 (0,94%) em relação a abril, ficando em R$ 1.898,02.


O saldo de vagas foi positivo nas cinco atividades econômicas pesquisadas: Serviços (+120.294 postos), distribuído principalmente nas atividades de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (+49.373 postos); Comércio (+47.557 postos); Indústria (+46.975 postos), concentrado na Indústria de Transformação (+42.081 postos); Construção (+35.445 postos); e Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+26.747 postos).


Todas as regiões brasileiras tiveram saldo positivo. O Sudeste lidera a lista de salto de vagas, com adição de 147.846 postos no mês, alta de 0,69%. Na sequência, vêm Nordeste (+48.847 postos, +0,73%), Centro-Oeste (+33.978 postos, +0,94%), Sul (+25.585 postos, +0,33%) e Norte (+16.091 postos, +0,82%).


Fonte: CNN Brasil

Sem título-2-08.png