Sem título-2-08.png

Buraco se abre em parte do teto do Samu por causa da chuva em Joinville;

Chuva permanece durante todo o dia e não está descartada a possibilidade de alagamentos e vendavais



Um buraco se abriu no teto no prédio em que fica a base do Samu na noite de terça-feira (9) por causa das fortes chuvas que não têm dado trégua desde o início da semana em Joinville. Em um vídeo que circula pela internet gravado por um dos servidores que trabalha no local, é possível ver pedaços de gesso e reboco no chão.


O homem narra que os plantonistas assistiam ao jogo do Flamengo contra o Corinthians pela Libertadores da América quando a estrutura desabou. De acordo com a prefeitura, o incidente foi causado por uma infiltração na junção com outro prédio.


A Defesa Civil esteve no prédio durante a noite e deve voltar ao local durante esta quarta-feira (10) para uma vistoria técnica. Ninguém ficou ferido.


Além desta situação no prédio do Samu, a chuva provocou outras ocorrências em alguns pontos da cidade. Uma casa na Rua Patrício, no bairro Vila Cubatão, foi invadida pela água. Já na Rua Paquetá, no Boa Vista, foi registrado um deslizamento de terra.


Além disso, o volume de chuvas também provocou alagamentos em ruas da região central e impediu o tráfego de veículos por volta das 23h. Conforme o município, no entanto, a água já baixou e o trânsito segue normal nesta manhã.


Previsão de chuva volumosa permanece


A previsão de chuva volumosa permanece para esta quarta-feira. Por este motivo, a recomendação da Defesa Civil é que os moradores fiquem atentos, principalmente aos sinais de deslizamento que podem ser percebidos com a movimentação de árvores ou postes próximos a residências.


Não está descartada a possibilidade de pontos de alagamento e vendavais.


Segundo a Defesa Civil estadual, em 24h, Joinville registrou acumulado de chuva de 113,8 milímetros, sendo que 89,8 foram apenas nas últimas 12h.


Situações de emergência devem ser comunicadas para a Defesa Civil, pelo número 199, ou aos Bombeiros Voluntários, no 193.


Fonte: NSC

Sem título-2-08.png