Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Catar vai investir bilhões em SC em termoelétricas a gás



O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vai julgar nos próximos dias uma parceria internacional que pode superar R$ 5 bilhões em investimento em Santa Catarina – e tornará o Estado protagonista na transição energética justa.


Os recursos são da Nebras Power, uma empresa estatal do governo do Catar, em parceria com a Diamante Energia, atual proprietária do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, no Sul do Estado. O montante será destinado à implantação de projetos de energia a gás.


Nesta quinta-feira (1), o governador Carlos Moisés falou sobre o assunto nas redes sociais, dizendo que o investimento integrará o compromisso que o Estado assumiu na COP-26.


"SC receberá um investimento bilionário para ser protagonista na transição energética justa, compromisso que assumimos na COP-26 para contribuir com a segurança energética nacional. Nosso Estado não vai à Copa do Catar, mas o Catar vem até nós".


Como a parceria ainda está em fase de aprovação, parte das informações são sigilosas. Mas a coluna apurou que, entre os projetos previstos, está uma nova unidade a gás, a Termelétrica Norte Catarinense, em Garuva, com potencial de geração de 660 MW, além de uma nova unidade a gás no próprio Complexo Jorge Lacerda, onde funciona geração de energia a carvão.


A transição energética justa em Santa Catarina está prevista em lei estadual e federal, promulgada em janeiro de 2022. A expectativa é que o investimento gere emprego e renda no Estado, e fortaleça a Segurança Energética no Brasil, além de ajudar no cumprimento de metas ambientais do país.


Fonte: NSC

Sem título-2-08.png