Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Coach preso em Florianópolis por forjar próprio sequestro é exonerado de cargo público no RS

Diário Oficial do município de Farroupilha publicou a demissão horas depois da prisão, na quarta-feira (31).


O coach de 38 anos, preso em Florianópolis suspeito de forjar o próprio sequestro e tentar extorquir a companheira, era assessor na prefeitura de Farroupilha (RS). Após a detenção dele em Santa Catarina, Cristian Tonin foi exonerado do cargo. A informação consta no Diário Oficial do município de quarta-feira (31).


A exoneração do então Assessor Superior para Assuntos Estratégicos passa a valer a partir de 4 de setembro, data em que o servidor em cargo comissionado voltaria de férias. Segundo a Polícia Civil catarinense, a prisão do homem ocorreu na tarde de quarta, no Terminal Rodoviário Rita Maria, quando ele embarcava para o estado gaúcho.


O delegado Anselmo Cruz, responsável pela Delegacia de Roubos e Antissequestro de Santa Catarina, acredita que ele articulou o crime recentemente. Coach de investimentos, o homem alegou aos policiais ter dívidas com pessoas que entregaram dinheiro a ele.


A reportagem procurou a prefeitura de Farroupilha e o homem nesta quinta-feira (1º), mas não teve retorno até as 9h. Segundo a Polícia Civil, até a noite de quarta o suspeito estava sem defensor.


Até a prisão, o suspeito era considerado desaparecido na cidade de Farroupilha. Ele foi localizado após fazer contato com a companheira, simulando ser outra pessoa. A mulher prestava depoimento na delegacia do município gaúcho quando recebeu, por telefone, um falso pedido de resgate.


De acordo com o delegado, para esconder a identidade, o homem utilizou outro número de telefone e conversou com a mulher por texto em um aplicativo de mensagens.

"Não teve ligação e ainda não tinha falado os valores", afirmou o investigador. O casal estava em um relacionamento há três anos, de acordo com as redes sociais do suspeito.

O g1 SC também procurou a mulher, que não retornou até a última atualização deste texto.


No terminal, o suspeito foi encontrado com três armas de fogo, duas pistolas e um revólver. A Polícia Civil informou que o homem foi autuado em flagrante pelos crimes de extorsão, contra a própria companheira, e de porte ilegal das armas de fogo.

Investigação

Ele desapareceu na terça, quando teria saído para caminhar em Farroupilha. Segundo a Polícia Civil de Santa Catarina, ele chegou a se hospedar na capital catarinense antes de ser detido.


Fonte: G1

Sem título-2-08.png