Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Com 25 mil eleitores a mais desde 2018, cadastro de Joinville aponta avanço da população



O avanço de mais de 25 mil eleitores em intervalo de menos de quatro anos é mais um indicador do expressivo crescimento populacional de Joinville. O contingente de novos eleitores da cidade é ainda maior porque há cadastramentos em processamento, com divulgação em julho dos números definitivos dos aptos a votar nas eleições em outubro. Com o Censo de 2022, com coleta de dados a partir de 1º de agosto, será possível saber a extensão do crescimento populacional de Joinville. A cidade tem hoje 421,9 mil eleitores - eram 396,8 mil em outubro de 2018, data da última eleição para presidente, governadores, senadores e deputados.


Assim como ocorre nos demais municípios do País, o número de moradores de Joinville está sendo atualizado anualmente com estimativas do IBGE baseadas nas tendências verificadas entre os censos de 2000 e 2010. Como não houve censo em 2020 (devido à pandemia), a atualização continuou sendo executada da mesma forma. Portanto, há possibilidade de defasagem.


Em 2010, ano do último censo, Joinville apareceu com 515 mil moradores, em torno de 18 mil habitantes a mais do que a estimativa do ano anterior – isso que as estimativas haviam passado por revisão em 2007, quando houve contagem populacional em parte dos municípios. Pela última estimativa, Joinville tem 604 mil moradores. Pela atualização deste ano, a ser divulgada em agosto (antes do censo), deve ficar em torno de 610 mil.


Comparação


Pelo cadastro eleitoral, o atual número de votantes está próximo da proporção observada no censo de 2010, se for feita a comparação com a provável estimativa de 2022: perto de 70% dos moradores são votantes. Mas somente o novo censo poderá trazer dados mais precisos sobre o tamanho da população de Joinville, um tema sempre polêmico na cidade.


Fonte: NSC

Sem título-2-08.png