Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Draga Galileo Galilei inicia trabalhos para ‘salvar’ canal do Porto de Itajaí

Equipamento deve recuperar a profundidade do canal de acesso aos portos, que foi prejudicado pelas chuvas


A draga Galileo Galilei chega ao Porto de Itajaí nesta sexta-feira (17), para fazer o trabalho de manutenção do calado no Rio Itajaí-Açu. A dragagem deve “salvar” o canal de acesso ao Complexo portuário de Itajaí e Navegantes, prejudicado pelas fortes chuvas dos últimos dias. Isso tem impossibilitado embarcações maiores de entrarem nos portos.


Além da Galileo, que realizou o trabalho de alargamento da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú, outra draga, Water Injection, também opera para a manutenção do canal.


Esta ação conjunta vai dar ao canal de acesso uma profundidade maior, e, consequentemente, permitir que embarcações de maior porte possam circular com tranquilidade, sem o risco de navios de maior peso encalharem durante esse processo.

A draga Galileo é do tipo hopper, ou seja, que trabalha por sucção (extraindo os resíduos através de uma cisterna e os encaminhando para o alto-mar onde são ejetados) e tem uma capacidade de cisterna de 18 mil metros cúbicos. Com os trabalhos, os canais interno e externo devem ser reestabelecidos para 14 e os 14,5 metros e profundidade.


Essa draga já realiza operações de rotina nos berços do Porto de Itajaí e Navegantes, por meio de um contrato entre a Autoridade Portuária e a empresa Van Oord, de mais de R$ 230 milhões. Manter a profundidade do calado é uma parte da exigência contratual.


“É necessária manutenção contínua dos canais para a melhor navegação das embarcações de grande porte. Dessa vez, foi preciso a convocação da Galileo Galilei, draga de sucção, para a manutenção do calado. Os berços de atracação precisam estar com a profundidade maior para evitar qualquer tipo de risco que possa comprometer as embarcações. Por isso, o Porto de Itajaí segue com a dragagem dos berços para que tudo flua nas operações”, concluiu Fábio da Veiga, Superintendente do Porto de Itajaí.


Fonte: ND+

Sem título-2-08.png