Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Escola em Criciúma pega fogo e aulas são suspensas; fiação elétrica foi furtada, diz PM

Segundo a prefeitura, cerca de 30 metros de fiação elétrica foram furtados. Incêndio atingiu estrutura que passou recentemente por reforma.

Uma escola em Criciúma, no Sul catarinense, pegou fogo na madrugada desta quarta-feira (8), quando cerca de 30 metros de fiação elétrica também foram furtados. Segundo a prefeitura, a suspeita é de que o incêndio tenha começado por causa do cabeamento cortado. Os bombeiros informaram que uma equipe já coletou materiais para perícia, mas o resultado do laudo sairá em até 15 dias.


De acordo com a PM, que foi acionada por volta das 5h, o incêndio na Escola Municipal Padre Ludovico Coccolo era considerado de grande proporção quando a equipe chegou no local.


O município afirmou que registrou um boletim de ocorrência (BO). A Polícia Civil investiga o caso e busca identificar os autores do furto.


Para a Polícia Militar, a diretora da escola informou que soube da situação por causa de ligações de vizinhos da unidade escolar. Ela afirmou que, na parte tomada pelo fogo, funcionava a educação infantil. De acordo com a prefeitura, as chamas atingiram uma área mais antiga da estrutura (fotos abaixo), que recentemente passou por reformas no telhado e instalações elétricas.


Por volta das 15h, a administração do município informou que equipes técnicas seguiam trabalhando para restabelecer a energia elétrica na parte que não foi afetada pelo fogo. A previsão é que as aulas voltem na quinta-feira (8), já que há salas disponíveis para realocação, afirmou a prefeitura.


Segundo, a prefeitura, foi observado que parte do cabeamento da fiação elétrica foi cortado e, pelo menos, 30 metros de fio foram furtados. A escola atende 650 estudantes.


Fonte: G1

Sem título-2-08.png