Sem título-2-08.png
  • Gabriel Jr

Gato-maracajá é resgatado no bairro Rio Molha em Jaraguá



Um jovem gato-maracajá (Leopardus wiedii) foi resgatado na tarde desta segunda-feira (15), em uma residência no bairro Ribeirão Molha em Jaraguá do Sul. O animal acabou ficando acuado por cães, mas não se feriu gravemente. Após ser examinado pela equipe da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama), constatou-se que o espécime estava bem e por isso foi devolvido à natureza no mesmo dia.


Segundo o biólogo da instituição ambiental, Christian Raboch, o gato-maracajá é assíduo na fauna de boa parte do Brasil e de áreas da Argentina, Uruguai e México é considerado uma espécie “quase ameaçada” pela União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN). “Devido a sua pelagem amarela com manchas escuras este animal é muito semelhante à jaguatirica (Leopardus pardalis), mas é menor que ela, tendo como característica a longa cauda e os olhos protuberantes”, destacou Christian. As duas espécies mais o gato-do-mato são felinos selvagens normalmente observados na fauna da região.

Sem título-2-08.png