Sem título-2-08.png

Homem é denunciado por agredir, estuprar e ameaçar ex-companheira em Rio Negrinho

Acusado descumpriu medida protetiva e a abordou vítima na rua e a manteve em cárcere em um motel

O Ministério Público denunciou um homem por agredir, estuprar e ameaçar a ex-companheira em Rio Negrinho, no Planalto Norte de Santa Catarina. O crime aconteceu na última sexta-feira, 17 de junho, e o acusado foi preso em flagrante.


Conforme a denúncia, o agressor estava proibido de se aproximar da vítima, já que havia medidas protetivas em vigor, mas mesmo assim abordou a mulher na rua com um canivete e a forçou a entrar no carro, segundo consta no relatório da polícia. Dentro do veículo, ele começou a fazer ameaças e agredir a mulher.


Em seguida, segundo a promotoria, o acusado levou-a até um motel, onde a estuprou e a manteve em cárcere privado no local por quatro horas.


Horas mais tarde, foi preso pela Polícia Militar próximo à rodovia BR-280 e encaminhado à delegacia de São Bento do Sul.


A promotora Juliana Degraf Mendes, da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Negrinho, reforçou que o ex-companheiro da vítima cometeu quatro crimes: "ameaça, lesão corporal, estupro e descumprimento de medida protetiva", informou.


No dia seguinte ao crime, aconteceu a audiência de custódia e o Ministério Público apresentou requerimento pedindo a conversão da prisão em flagrante em preventiva, que foi atendido pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da cidade.


A denúncia do MP foi protocolada no dia 22 de junho e ainda não foi recebida pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Rio Negrinho. A vítima foi encaminhada para atendimento psicológico.


Fonte: NSC

Sem título-2-08.png