Sem título-2-08.png
  • Gabriel Jr

Liberadas novas datas de chamada para a vacinação covid-19 em Jaraguá do Sul



A prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que foram liberadas novas datas de chamada para a vacinação covid-19. O avanço no calendário é possível à medida em que o Município recebe novas remessas de doses por parte do Governo do Estado.


A aplicação da primeira dose (D1), segue normal para adolescentes entre 12 e 17 anos e 18 anos ou mais;


Aplicação da segunda dose (D2), segue normal para quem está no prazo de retorno;

A antecipação com o imunizante da Pfizer está liberada para quem tomou a primeira dose (D1) até 20 de setembro (20/09);


A dose de reforço (DR) está liberada para o público de 60 ou mais com as duas doses até 20 de junho (20/06);


Dose de reforço liberada para os profissionais de Saúde que tomaram as duas doses até 20 de maio (20/05);


Para os imunossuprimidos o reforço segue com intervalo de 28 dias após a segunda dose (D2).


Lembrando que é importante comparecer à Central de Vacinas Covid com a documentação exigida para cada grupo liberado.


A Secretaria Municipal de Saúde reforça, ainda, que na segunda-feira (15), feriado da Proclamação da República, a Central de Vacinas Covid vai funcionar das 8h às 17h. E a partir do dia 16 de novembro o horário durante a semana (segunda a sexta-feira), será das 8h às 19h. Aos sábados permanece das 8h às 17h.


Orientações gerais

O adolescente deverá estar acompanhado pelos pais e/ou responsáveis legais ou apresentar a *Declaração de Autorização para Adolescente disponível no site da prefeitura assinado por um dos pais ou responsável legal

Apresentar documento pessoal com foto

Carteirinha de vacinação

*Clique para baixar a declaração


TRABALHADORES DA SAÚDE


Documentos necessários:

- Crachá institucional ou Comprovante de folha de pagamento ou Declaração do estabelecimento de saúde ou Declaração de trabalho em cuidados domiciliares;

- Documento pessoal com foto ou Carteira Profissional;

- Carteirinha de Vacinação com a comprovação do esquema vacinal completo;

- Comprovante de residência;

Consideram-se trabalhadores da saúde indicados para receber a dose de reforço aqueles que atuam comprovadamente em estabelecimentos de saúde e residem no município de Jaraguá do Sul:


Estabelecimentos de assistência:

- Vigilância à saúde;

- Regulação e gestão à saúde;


Estabelecimentos de serviços de saúde:

- Hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais.

- Profissionais de saúde;

- Agentes comunitários de saúde;

- Agentes de combate às endemias;

- Profissionais da vigilância em saúde;


Trabalhadores de apoio como:

- Recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores e outros, além de trabalhadores de serviços de interesse à saúde;

- Profissionais de Saúde que atuam em cuidados domiciliares;


Atuam em programas ou serviços de atendimento domiciliar como:

- Cuidadores de idosos, doulas e parteiras;

- Os estudantes de graduação e pós-graduação das profissões de saúde, no que couber, desde que estejam em atividade de exposição ao coronavírus em razão de estágios curriculares e outras modalidades de prática acadêmica.


ALTO GRAU DE IMUNOSSUPRESSÃO


Documentos necessário para comprovar a condição:

- Laudo médico indicando alto grau de imunossupressão conforme lista abaixo e/ou Receita médica conforme o uso das medicações citadas abaixo

- Documento pessoal com foto

- Carteirinha de Vacinação com a comprovação do esquema vacinal completo

- Comprovante de residência


Patologias que se enquadram no alto grau de imunossupressão:

- imunodeficiência primária grave.

- quimioterapia para câncer.

- transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras.

- pessoas vivendo com HIV/

- uso de corticóides em doses menor ou igual a 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por menor ou igual a 14 dias.

- uso de drogas modificadoras da resposta imune.

- pacientes em hemodiálise.

- pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

- doenças inflamatórias crônicas.


Medicações que se enquadram no alto grau de imunossupressão:

- Metotrexato

- Leflunomida

- Micofenolato de mofetila

- Azatiprina

- Ciclofosfamida

- Ciclosporina

- Tacrolimus

- 6-mercaptopurina

- Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe)

- Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe)

Sem título-2-08.png