Sem título-2-08.png
  • Gabriel Jr

Máquinas de bronzeamento artificial de clínica clandestina de estética são apreendidas em SC



Duas máquinas de bronzeamento artificial de uma clínica clandestina de estética foram apreendidas pela Polícia Civil em Tubarão, no Sul catarinense, na quinta-feira (28). Desde 2016, agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proíbe o uso dos produtos para fins estéticos. A dona da clínica foi indiciada por vender, ter em depósito ou expor matéria-prima ou mercadoria em condições impróprias para consumo.


Segundo o delegado Rubem Teston, a clínica estava sendo investigada há cerca de três semanas pela Delegacia de Delitos de Trânsito, Crimes contra o Consumidor e Crimes Ambientais (DDTCA).

As máquinas eram utilizadas para o bronzeamento das clientes o que é proibido. Segundo a Anvisa, há informação de agravos à saúde relacionados com o uso das câmaras de bronzeamento, como o câncer de pele.

A proprietária do local, segundo o delegado, também pode responder pelo Art. 65 do Código de Defesa do Consumidor, que é o de executar serviço de alto grau de periculosidade, contrariando determinação de autoridade competente. A pena pode ser de seis meses a dois anos de detenção e multa.


*Com informações do G1/SC

Posts recentes

Ver tudo
Sem título-2-08.png