Sem título-2-08.png
  • Redação

Mirante do Rio do Júlio recebe guarda-corpo: área vem passando por melhorias constantes em Schroeder



Desde que a Gestão Municipal de Schroeder assumiu o mandato, em 2021, diversas melhorias vêm sendo feitas no Rio do Júlio.

Na última semana, a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos instalou um guarda-corpo (guard rail) no trecho do Mirante do Rio do Júlio, em uma curva acentuada.

A melhoria visa dar maior segurança e proteção em caso de impacto de ciclistas e motociclistas. A estrutura receberá pintura e faixas refletoras, para facilitar a visualização à noite.

"Constantemente o Poder Executivo, através da Secretaria de Obras, vem realizando melhorias e manutenções nesta bela rota turística, local de muita paz e tranquilidade em meio a natureza", ressalta o secretário de Obras, Jean Carlos Walz.

Ele comenta que são cerca de 28 quilômetros de subida em meio a Mata Atlântica, o que torna o Rio do Júlio um local muito procurado por aventureiros.

Adepto do ciclismo, o diretor de Turismo de Schroeder, Adilson Pommerening, comenta que antes mesmo de ser chamado para o cargo já frequentava as estradas do interior do município.

"A região do Rio do Júlio é muito bem-vista, muito utilizada por diversos atletas, não só daqui, mas do Sul do Brasil, São Paulo, Minas Gerais... O pessoal que curte natureza passa por aqui", comenta Adilson.

O diretor destaca que a Estrada Rio do Júlio está em uma área de preservação ambiental e, portanto, há preocupação e cuidado por parte da Gestão Municipal.

Segundo explicou, existem diversas nascentes de água no local, que abastecem Schroeder, Jaraguá do Sul e Guaramirim.

O monitoramento da área é feito pelo setor de Obras, Turismo e Defesa Civil.

"Desde o início da gestão, foi direcionado um funcionário exclusivo para atender a manutenção e a limpeza da Estrada Rio do Júlio", aponta Adilson, acrescentando que o setor de Obras opera com o maquinário quando há necessidade.

Estrada e valos recebem atenção constante, havendo todo um trabalho direcionado a evitar erosões.

As laterais da estrada são roçadas e, há cerca de um ano, foram colocadas placas orientativas em alguns trechos. "A gente procura deixar tudo o mais natural e preservado possível", afirma.


Sem título-2-08.png