Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Moro sinaliza disposição em concorrer pelo Paraná

Segundo aliados, o ex-juiz federal deve aguardar pesquisas eleitorais para definir se disputaria ao Senado Federal ou à Câmara dos Deputados


Após sofrer uma derrota judicial, o ex-juiz federal Sergio Moro sinalizou a um grupo de aliados disposição em disputar a um cargo no Poder Legislativo pelo Paraná.


Segundo relatos feitos à CNN, a tendência é de que o ex-ministro da Justiça aguarde pesquisas eleitorais no estado para definir o seu futuro político.


Moro, que é filiado ao União Brasil, não deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após a transferência de seu domicílio eleitoral ter sido negada pela Justiça Eleitoral de São Paulo nesta terça-feira (7).


A avaliação feita pelo ex-juiz federal e seus principais conselheiros é a de que, hoje, um recurso ao TSE poderia colocar em risco uma eventual candidatura pelo Paraná, seu estado de origem.


Em conversas reservadas, Moro tem indicado maior disposição em concorrer ao Senado Federal. No Paraná, no entanto, o senador Álvaro Dias (Podemos) deve disputar a reeleição.

Apesar de ter deixado o Podemos, Moro ainda tem uma boa relação com Dias, um dos responsáveis pela ingresso do ex-juiz federal na carreira política. Além disso, o União Brasil ainda resiste a uma candidatura de Moro ao Senado Federal.


Por isso, aliados de Moro têm tentado convencê-lo a disputar a uma vaga na Câmara dos Deputados, com potencial de ele se tornar uma espécie de puxador de voto e, posteriormente, concorrer a um cargo no Poder Executivo.


Apesar da disposição de Moro, a equipe do ex-juiz federal ainda receia a possibilidade dele não conseguir restabelecer o domicílio eleitoral no Paraná. Hoje, ainda há risco de Moro não conseguir disputar as eleições de outubro.


Procurado, o ex-juiz Sergio Moro não comentou.


Fonte: CNN Brasil

Sem título-2-08.png