Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Motorista de aplicativo denuncia furto do carro dentro de pátio de veículos guinchados

Condutora acredita que automóvel tenha sido liberado com documento falso. Em nota, empresa diz que auxilia autoridades na resolução da situação.


Uma motorista de aplicativo denunciou que o carro dela foi furtado de um pátio de veículos guinchados em Florianópolis. Segundo ela, quando ela foi pegar o automóvel de volta, ele já havia sido retirado. A Polícia Civil investiga o caso.


Em nota, a empresa Consórcio Floripa Segura, que opera o pátio, informou que "encontra-se em procedimento de verificação da veracidade das informações e documentos recebidos inicialmente a fim de auxiliar as autoridades policiais e interessados na resolução desse conflito".


Apreensão

A apreensão do veículo da motorista Rosangela Rezende Formaggio pela Polícia Militar ocorreu em novembro de 2021. "Estacionei o carro com dois pneus sobre a calçada pelo fato de a rua ser muito movimentada, eu sempre fico com medo de alguém bater no carro. A polícia guinchou o carro e levou para o pátio", relatou.


Cerca de 4 mil veículos ficam no local. A empresa que opera o pátio tem um contrato com a Prefeitura de Florianópolis e é responsável pela "exploração de serviços públicos de remoção, guarda e depósito de veículos apreendidos ou recolhidos em decorrência de infração de trânsito" em toda a região.


Com o carro apreendido, Rosangela tentava juntar dinheiro para pagar as dívidas e taxas, mas um dia ela recebeu uma mensagem que chamou a atenção dela: "que eu tinha pago o licenciamento desse ano num cartão e o dono do cartão contestou. Resolvi ir ao pátio ver o que estava acontecendo. Foi quando eu descobri que uma outra pessoa com documento falso retirou meu carro do pátio. Pagou as pendências e retirou", relatou.


O carro foi tirado com um documento com alguns dados iguais aos de Rosangela, outros, não. A motorista acredita que houve falsificação, que foi aceita pelo pátio.


Fonte: G1

Sem título-2-08.png