Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Polícia prende professor condenado por crimes de estupro de vulnerável praticados em Corupá



A Polícia Civil de Corupá (15ª DRP), com o apoio da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Jaraguá do Sul, deu cumprimento ao mandado de prisão em desfavor de um homem de 28 anos, condenado com sentença definitiva a 14 anos de reclusão, pela prática de crimes de estupro de vulnerável.


Os crimes ocorreram em Corupá e foram investigados em 2017. Na ocasião, o homem, que era professor da rede de ensino público, trocou fotos íntimas com conteúdo libidinoso com seus próprios alunos.


O professor já havia sido preso após a conclusão do inquérito policial, porém, por ter recorrido na justiça chegou a ser solto.


No decorrer do processo, o mandado de prisão foi aberto novamente e, após tomar conhecimento, a delegacia de Corupá localizou seu paradeiro e identificou que ele estava residindo em Curitiba/PR, em um bairro nas adjacências da região central.


Segundo as investigações, ele levava uma vida reservada na capital paranaense para não levantar suspeitas da polícia, tendo em vista que tinha conhecimento que o mandado de prisão estava aberto.


Após a prisão, o condenado pela justiça foi conduzido até a delegacia de Jaraguá do Sul, onde foi feita a comunicação ao Juízo e, posteriormente foi levado para o Presídio Regional da cidade, onde permanece à disposição da justiça.


Fonte: exclusiva rádio Nossa

Sem título-2-08.png