Sem título-2-08.png

Procurador que espancou chefe em SP vira réu por tentativa de feminicídio

Demétrius Oliveira de Macedo terá 10 dias para apresentar sua defesa prévia.

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, preso na última semana por espancar uma colega na Prefeitura de Registro (SP), virou réu por tentativa de feminicídio. A denúncia partiu do Ministério Público (MP) e foi aceita na última terça-feira (28) pela Justiça de São Paulo.

A decisão é do juiz Raphael Ernane Neves, da 1ª Vara de Registro. O acusado recebeu o prazo de 10 dias para apresentar sua defesa prévia.

No documento da denúncia, obtido pelo g1, o MP retratou a ocorrência como "evidente intento homicida", ou seja, Demétrius tentou matar a procuradora-geral do município, Gabriela Samadello Monteiro de Barros. O ato, ainda segundo o órgão, apenas não foi concretizado por "circunstâncias alheias a vontade do agente". Em um trecho da decisão, a Justiça de São Paulo, por sua vez, considerou que o "Ministério Público apresentou descrição suficiente dos fatos criminosos relacionados à ofensa à integridade corporal".


Fonte: G1

Sem título-2-08.png