Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Risco de temporais, inundações e deslizamentos: SC pode ter acumulado de chuva acima de 250 mm

Segundo dados da Epagri/Ciram, a estimativa é que chova o dobro da média esperada para a primeira quinzena de agosto, em apenas dois dias



Entre terça e quarta-feira (9 e 10), o acumulado de chuva em Santa Catarina pode ficar acima de 250 mm. O dobro da média esperada para a primeira quinzena de agosto, segundo dados da Epagri/Ciram. A chuva intensa que atinge o Estado, deixa municípios em alerta para risco de deslizamentos e inundações.


No início do mês, a Epagri/Ciram apontava que agosto seria mais chuvoso. No entanto, segundo os indicativos, eram esperadas médias acumuladas de 100 mm nos primeiros 15 dias do mês. No entanto, a chegada de um ciclone extratropical no Sul do Brasil muda o cenário, com chuva persistente e intensa.


Risco de temporais, deslizamentos e inundações


De acordo com dados da Defesa Civil, entre a manhã desta terça e a noite de quarta-feira, o território catarinense deve ser atingido por muita chuva, que deixa grande parte do Estado em alerta. Na maioria dos municípios das regiões do Planalto Sul, Alto Vale do Itajaí e Planalto Norte, os acumulados devem variar entre 100 e 250 mm.


Sendo que a situação é mais preocupante ainda nas regiões do Litoral Sul, Grande Florianópolis, Médio Vale do Itajaí e Litoral Norte, que podem ter acumulados acima de 250 mm, segundo informa a Defesa Civil. Por conta disso, o órgão alerta para riscos para alagamentos, deslizamentos, enxurradas e inundações.


Vento acima de 100 km/ h


Ainda conforme a Defesa Civil, a chuva pode vir acompanhada de temporais isolados, que devem atingir principalmente municípios do Meio-Oeste ao Litoral de Santa Catarina.


O órgão explicou que, com a aproximação do ciclone, o vento se intensifica no Estado, com rajadas que variam de 60 a 80 km/h dos Planaltos ao litoral. Mas podem se aproximar dos 100 km/h no litoral e áreas próximas.


Por isso, o risco é considerado alto a muito alto para ocorrências de destelhamentos, queda de galhos, árvores, danos na rede elétrica.


Temperaturas


Na terça-feira, a maior presença das nuvens deixam as temperaturas amenas no período da tarde, com máxima de 18°C no litoral . Nas demais regiões devem variar entre 12° e 15°C.


Na quarta-feira, as temperaturas não variam tanto e ficam entre 5°C a 9°C na Serra, 12°C a 18°C no litoral e áreas próximas. Nas demais regiões ficam entre 6°C a 11°C .


Quando Ciclone vai embora?


Conforme previsão da Defesa Civil, na quinta-feira (11), o ciclone extratropical deve se afastar da costa catarinense. No lugar dele, uma massa de ar frio deve deixar o tempo estável em grande parte do Estado, com variação de nuvens.


O vento e as rajadas perdem a intensidade já no período da manhã, por conta do afastamento do ciclone. Já a massa de ar frio intensifica a sensação de frio, principalmente entre a madrugada e o amanhecer, que deve registrar temperaturas baixas, próximas a 0°C.


Fonte: ND+

Sem título-2-08.png