Sem título-2-08.png

Supermercados dizem que houve queda no preço do leite

Após aprovação de lei que reduz a alíquota do produto, presidente da Associação Catarinense de Supermercados afirma que, em média, baixou R$ 0,50

O preço do leite longa vida sofreu redução média de R$ 0,50 nos supermercados. A informação é do presidente da Acats (Associação Catarinense de Supermercados), Francisco Crestani. Na sexta-feira (06), o governador Carlos Moisés sancionou a lei que reduz o ICMS do leite longa vida de 17% para 7%. A redução é retroativa a 1º de abril deste ano.


Crestani lembrou que, como a lei foi aprovada retroativa a 1º de abril, a sua empresa e outros supermercados já reduziram o valor no dia seguinte à aprovação na Assembleia Legislativa, ocorrida no dia 4 deste mês.


“Nós estávamos vendendo a R$ 4,99 antes da decisão. E no dia 5 de maio, de manhã cedo, nós alteramos e o nosso foi para R$ 4,49”, relatou o presidente.


Segundo Crestani, esse valor médio de R$ 4,49 ainda não é definitivo, tendo em vista que ainda existe uma indefinição referente aos 10% da diferença entre a alíquota anterior de 17% para a atual de 7%.


“Esse preço não é definitivo, porque depende um pouco da indústria. Se a indústria vai retornar os 10% para nós, se o governo vai nos cobrar”, disse o dirigente da Acats.


Ele pontuou que o preço dependerá da indústria leiteira, e pode cair para um valor médio de R$ 4,39, por exemplo, ou até chegar a R$ 4,59. “Quem vai determinar isso vai ser o preço da indústria, o preço que a indústria vai nos fornecer”, esclareceu.


Promoção em supermercados


No primeiro fim de semana do mês quem foi às compras observou uma drástica redução no preço do litro do leite longa vida, um atrativo principalmente nas grandes redes atacadistas, que fizeram um grande volume de estoque antes da alteração das alíquotas.


Uma estratégia de apostar em um produto para depois ter o menor preço da cidade. O consumidor conseguiu comprar o litro integral, por exemplo, por até R$ 3,75.


Fonte: ND+

Sem título-2-08.png