Sem título-2-08.png
  • Redação

Três são presos em SP e SC durante investigação contra grupo que planejava assalto a banco

Atualizado: 18 de mar.



Dois foram encontrados em São Paulo e um, em Joinville, no Norte catarinense. Com um deles, polícia encontrou fuzil, munição e colete balístico.


Três homens foram presos nesta quinta-feira (17) em São Paulo e Santa Catarina em uma investigação contra um grupo que estaria planejando um grande roubo, informou o delegado Anselmo Cruz. Com um deles, a Polícia Civil encontrou um fuzil, munição e colete balístico. As investigações continuam, conforme o delegado.


No total, foram cumpridos três mandados de prisão temporária e 12 de busca e apreensão. Em Santa Catarina, os cumprimentos ocorreram em Joinville e Garuva, no Norte. Conforme o delegado, a operação foi feita "com o objetivo de prender indivíduos, tanto do estado de São Paulo quanto de Santa Catarina, que estariam planejando um grande roubo, um assalto tipo domínio de cidade em nosso estado”.


A operação foi feita pela Polícia Civil catarinense em conjunto com a paulista. A investigação começou em janeiro, quando foram apreendidos explosivos em Araquari, Norte de Santa Catarina.


Prisões

Um dos presos foi um homem de 50 anos. Segundo a Polícia Civil, ele tinha longo histórico criminal, envolvendo roubos a banco e de cargas desde a década de 1990, além de confrontos com policiais e seis fugas do sistema prisional.


Esse homem estava foragido desde 2018. Ele usava nome falso e foi preso em Taboão da Serra, no estado de São Paulo, onde morava. Com ele, foram apreendidos um fuzil, munição, capacete, colete balísticos, roupas táticas e equipamentos usados em roubos, especialmente contra bancos, conforme a Polícia Civil.


Dinamites, fuzis e carros de luxo blindados são apreendidos em SC


Além da prisão temporária, por causa do mandado de prisão, esse suspeito de 50 anos também foi preso em flagrante por causa do material encontrado com ele, informou o delegado.


Outro homem preso tinha 36 e foi encontrado em Joinville. Ele tem antecedentes por roubo e furto em Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná. A polícia informou que ele teve o envolvimento identificado durante a investigação.


O terceiro homem tem 34 anos e foi preso temporariamente em Vila Brasilândia, na cidade de São Paulo. O envolvimento dele é apurado na investigação. Segundo o delegado, todos os suspeitos foram presos em casa.


De acordo com a Polícia Civil, os homens ficarão presos nos respectivos estados enquanto durarem as investigações. A operação que cumpriu os mandados nesta quinta foi chamada de Caixa Verde, já que os criminosos usaram recipientes plásticos dessa cor para transportar explosivos, armas e equipamentos.


Investigação

As investigações se iniciaram no final de janeiro em Araquari, com a apreensão de mais de 130 quilos de explosivos, de 94 artefatos usados para o arrombamento de bancos e bases de valores, cinco caminhonetes blindadas, três fuzis do modelo AK-47, e com a prisão de três homens.


* Com informações do G1 SC

Sem título-2-08.png