Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Veículos e pedestres continuam proibidos de passar pela Serra do Corvo Branco

Proibição foi anunciada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura; bloqueio será monitorado pela PMR

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade informou nesta quinta-feira (2) que a Serra do Corvo Branco continua fechada. O fechamento já acontece há 22 dias e, segundo a pasta, foi motivado por questões de segurança. A proibição é para passagem tanto de pedestres como de veículos.


O bloqueio começa na Serra do Corvo Branco na SC-370 e vai até Grão Pará, ambas na Serra Catarinense. De acordo com o governo estadual, o bloqueio passará a ser monitorado pela PMR (Polícia Militar Rodoviária).


Geólogos da Defesa Civil especialistas em desastres e representantes do Exército Brasileiro avaliaram a situação no local. O fechamento seria para garantir a segurança das pessoas devido ao risco de quedas de rochas. Uma queda, segundo o tenente-coronel Thiago Vieira, foi registrada no último domingo (29).


Outras quedas registradas


Desde o começo de maio, cerca de 20 quedas de barreiras no trecho foram registradas. A Secretaria de Infraestrutura avalia a possibilidade de uma detonação da rocha que está em risco para frear novas quedas.


Outra ação divulgada é que, paralelamente à detonação, uma empresa contratada está trabalhando no desmonte a frio da rocha no ponto onde houve perda de pista. O objetivo é abrir caminho para um novo traçado com segurança.


Fonte: ND+

Sem título-2-08.png