Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Vereadoras de Jaraguá lembram Maio Laranja contra exploração sexual infantil

Diariamente, mais de 70 crianças sofrem violência sexual no Brasil


Diariamente, mais de 70 crianças sofrem violência sexual no Brasil. Cerca de 50% delas com idade entre um e cinco anos. Santa Catarina também contribui para essa triste realidade.


Segundo o 15° Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o Estado teve a quarta maior taxa de estupros de crianças e adolescentes no Brasil em 2020. Naquele ano, foram registradas 2.569 ocorrências de abuso de jovens no Estado. Dessas vítimas, 14% tinham de 0 a 4 anos de idade, 26% eram de 5 a 9 anos, 37% tinham de 10 a 13 anos e 23%, de 14 a 19 anos.


Para combater esses crimes e tentar mudar esse cenário, foi criado o Maio Laranja, mês de conscientização e de luta contra a exploração e o abuso infantis. Na sessão de terça-feira (10) na Câmara Municipal de Jaraguá do Sul, as vereadoras Nina Santin Camello e Sirley Schappo usaram a tribuna legislativa para enfatizar a campanha.


Sirley lembrou que a sua cor favorita é a laranja, mas afirmou que dessa vez vestia um lenço alaranjado por um motivo triste. Ela explicou que a cor foi escolhida por ser a mesma cor de uma flor chamada gérbera, que é uma flor relativamente frágil e que simboliza a fragilidade das crianças. A vereadora advertiu que os números de casos de abuso infantil são grandes, mas que com certeza escondem uma realidade ainda mais cruel, já que a estimativa é de que apenas 7,5% dos casos sejam denunciados às autoridades.


Nina Santin Camello lembrou que o mês de maio foi escolhido por ter sido nesta data em que a menina Araceli, de oito anos de idade, foi assassinada em 18 de maio de 1973. Seu corpo foi encontrado seis dias depois do crime, desfigurado por ácido e com marcas de violência sexual. Ela advertiu que ocorrências de abuso infantil também acontecem em Jaraguá do Sul. Por conta disso, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, da Secretaria de Assistência Social do Município, vai realizar ações nos próximos dias em alusão ao Maio Laranja.


“Se você souber de algum caso desse tipo, disque 100 ou procure o Conselho Tutelar, vamos acabar com essa violência”, finalizou.


Fonte: JDV

Sem título-2-08.png