Sem título-2-08.png
  • Junior Sas

Vereadores mirins visitam Prefeitura de Jaraguá do Sul




Na última atividade do semestre, os vereadores mirins de Jaraguá do Sul fizeram uma visita à Prefeitura Municipal na tarde desta quarta-feira (29). Eles foram recebidos pelo prefeito jaraguaense Jair Franzner e pelo chefe de Gabinete, João Berti. Na oportunidade, os jovens parlamentares puderam conhecer os trabalhos realizados pelo Executivo e entender como as demandas que surgem na Câmara de Vereadores e chegam ao Paço Municipal são tratadas.

A vice-presidente mirim Eduarda Benkendorf (EEB Lilia Ayroso Oechsler) gostou do encontro e avaliou a atividade como positiva. “A gente aprendeu muito, eu achei essa caminhada muito boa e depois das férias eu vou melhorar ainda mais”, frisou.


Para o mirim João Danilo Heck (EMEB Gertrudes S. Milbratz), as áreas abordadas pelo prefeito durante a reunião foram um ponto de destaque. Ele afirma que toda a atividade foi um aprendizado para que no segundo semestre os mirins possam trabalhar ainda mais. “É sempre bom que a gente esteja nos eventos. Eventos com políticos, com outras pessoas importantes”, salientou.


Os mirins também puderam, além de conversar, fazer questionamentos ao prefeito Franzner sobre a sua condução da Administração Municipal. O chefe do Executivo se disse feliz com a visita e afirmou ter ficado impressionado com o conteúdo das perguntas feitas na ocasião. “Eles realmente estão muito afiados. E, como Jaraguá do Sul é uma cidade que se destaca, não poderia ser diferente na nossa Câmara de Vereadores Mirins”, ressaltou.

Confira as perguntas que foram feitas pelos mirins e as respostas do mandatário:

João Danilo Heck (EMEB Gertrudes S. Milbratz): No mandato de Antídio Lunelli Jaraguá do Sul avançou no quesito tecnologia e inovação. Quais são suas propostas para manter esse avanço?

Jair Franzner: Há algumas semanas demos o primeiro e mais importante passo nesse sentido, iniciamos com o projeto de programação e robótica para os alunos da rede municipal de ensino, junto ao Centro De Inovação. Desde o primeiro dia que assumi como prefeito estive atrás desse projeto. São 600 crianças que estão cursando e vamos ampliar muito no próximo ano. Quero que Jaraguá se torne referência em profissionais de tecnologia. Ainda não posso anunciar tudo, mas te garanto que seremos uma das cidades com mais formação de jovens para este novo mercado de trabalho.

Elisa Amorim (EMEB Anna Töwe Nagel): O que o levou a se candidatar à vice-prefeito?

Jair Franzner: O desejo de mudar o cenário político, onde é possível fazer a diferença na vida das pessoas, temos a responsabilidade de usar o dinheiro público da melhor maneira. Com gestão, seriedade, rodeado de pessoas corretas e com princípios, buscando sempre o melhor para a população, exijo muito da minha equipe como fiz na empresa da minha família durante toda a minha vida.

Nathalia Mews (EEB Prof. João Romário Moreira): Como é lidar com a população? Porque às vezes eles ficam reclamando que isso ou aquilo não está bom.

Jair Franzner: O cidadão paga os impostos e quer entrega em todas as áreas e é isso que queremos também, precisamos ouvir as críticas, sugestões, absorvê-las e dentro do que é possível atender as demandas. Temos uma equipe que está preparada para isso.

Júlia Deschamps (EMEB Loteamento Amizade): Qual foi o maior projeto que o senhor pensou em fazer quando assumiu o cargo como prefeito da cidade?


Jair Franzner: É difícil elencar apenas um projeto, mas tenho alguns desafios, um deles, que acabamos de falar, é revolucionar a formação de nossas crianças, quero e teremos formação tecnológica.


O outro é com a Saúde, que tenho o desafio e não vou parar enquanto não tivermos o controle das filas e dos procedimentos. Hoje sofremos muito com a fala de informação precisa, isso nos leva a atender mal as pessoas, e isso nós vamos avançar.


Em terceiro lugar, nós vamos avançar na mobilidade urbana, quero melhorar ainda mais o transporte coletivo, investir em abertura de ruas, em pontes, em ciclovias. Isso faz com que a cidade ande mais rápido, que as pessoas consigam ir ao trabalho e à escola de forma mais segura.

Bruna Lazzarotto (EEB Julius Karsten): Qual a perspectiva da sua caminhada política após o término do seu mandato?


Jair Franzner: Ainda não sei. Diariamente pedem para que eu vá à reeleição, mas como foi da vez que eu decidi ser candidato a vice-prefeito, e quando chegar a hora novamente, vou conversar com minha família e analisar se os resultados foram ao agrado da comunidade, então, o futuro nos reserva isso.

Guilherme Alves de Lima (EEB Prof. João Romário Moreira): Prefeito, qual o seu próximo projeto para nossa cidade?


Jair Franzner: Continuar avançando. Jaraguá do Sul é uma das melhores cidades para se viver neste país, isso nos traz responsabilidade, então, além dos apontamentos que fiz anteriormente, que são em educação tecnológica, saúde eficaz e mobilidade urbana, vamos avançar no lazer, na segurança das pessoas, na prática de esportes e na cultura de nossos jovens.

Gabriela Güths (EMEB Machado de Assis): A Prefeitura de Jaraguá do Sul tem muitas dívidas?

Não. Jaraguá do Sul, assim como todas as cidades, estados e até Governo Federal, contrai empréstimos. Claro que nossa capacidade de endividamento é bem superior ao que temos comprometido hoje, mas temos um controle muito restrito quanto aos recursos públicos. Hoje somos talvez a cidade que mais investe recursos próprios, ou seja, recursos de arrecadação de impostos municipais. Dependemos muito pouco de empréstimos e, como qualquer grande empresa, contraímos empréstimos somente se for muito vantajoso.

Esta foi a última atividade da Câmara Mirim no primeiro semestre de 2022. A próxima sessão mirim ocorre no dia 10 de agosto, quando os jovens parlamentares voltam as atividades após as férias escolares.


Fonte: Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul

Sem título-2-08.png